Skip to content

Por que tocamos o solo 3 vezes?

Para os Nagôs, o Universo se divide em nove planos, sendo quatro superiores e quatro inferiores.

A Terra se localiza no plano intermediário, sendo chamado de plano astral terrestre. Através desse espaço chegavam à terra os Orixás e os ancestrais vindos dos outros planos. 
Os nagôs entendiam que os ancestrais e Orixás surgiam de dentro da Terra, assim, após a invocação de um Orixá ou ancestral, eles batiam três vezes no solo. 
O três representa na cultura nagô ação, movimento, expansão. O gesto de tocar três vezes o solo significa o “assim seja” ou, então, o “cumpra-se” aquilo que foi determinado pelos Sagrados Orixás. 

Esse procedimento também é repetido no solo na frente da tronqueira seguido do Paó (será abordado numa próxima), congá e dos atabaques (tambores). Pela batida cadenciada do atabaque, através da magia do som, os filhos da Terra pedem ajuda, chamando os guias e falangeiros , os ancestrais e os Orixás para que venham para nos auxiliar. 

No Brasil, os africanos, para consagrar o solo e transformar o terreiro em uma parte da África, enterravam relíquias trazidas e elementos encontrados aqui que ligavam aos Orixás transformando (ritualmente) o solo brasileiro em solo africano ”chão” dos seus orixás e ancestrais.

Fonte: Escola Batuque de Lei

You may also like