Skip to content

Mais um dia invisível

Começa mais um dia como outro qualquer. Meu dia a dia é sair andando por ai e ser ignorado por todos. É curioso como desviam olhares ao me ver ou simplesmente mudam de caminho para passar mais distante. 

Observo cada detalhe ao meu redor, a moça com roupa da academia ouvindo música nos fones de ouvidos para se desligar do mundo externo, o porteiro do prédio com um sorriso dando bom dia ao morador sendo ignorado, o policial fazendo ronda com sono do trabalho dobrado para complementar a renda sendo ridicularizado por fazer seu trabalho. E cada vez vejo uma coisa em comum em cada observação, pessoas ignorando e menosprezando as outras. 

Nos meus tempos de mais jovem, lembro que era normal o olhar com um sorriso desejando um bom dia, os jovens dando preferência aos idosos com uma boa vontade, até o simples olhar da criança observando um pássaro cantando na praça. O mundo mudou bastante.

Volto ao fim do dia para meu canto e fico pensando, quem mundo é esse que nos aguarda, onde as pessoas só pensam nelas e ignoram os outros?

Apoio:

Manual Básico de Linguistica Forense

Morro de Saudades – Os quatro caminhos para o Morro do Castelo


Assine nossa Newsletter


Receba toda semana as últimas notícias do Umbanda 24 Horas em seu e-mail