Dia 8 de março – Dia Internacional da Mulher e Dia de Pombo Gira

Dia Internacional da Mulher

Inspirada em nossas guerreiras Yabás, as orixás femininas da Umbanda que lutam por seus direitos; chegamos a mais um dia 08 de Março e constatamos que muito ainda há que se fazer em prol da luta da mulher por seus direitos.

Numa sociedade que deturpa o papel da mulher, transformando em simples objeto sexual, com ideais de beleza ou comportamento inatingíveis.

A muitas mulheres ainda hoje cabe o grande peso da criação solitária de seus filhos, e por isso; cumprem jornadas de trabalho ininterruptas para dar conta de sobreviver nesse mundo ainda dominado por uma sociedade machista, a exemplo dos salários menores para as mulheres quando ocupam a mesma função que um homem.

Às mulheres ainda hoje é negado o direito a escolhas pertinentes a sua própria vida assim como de seu corpo, e dessa maneira sofrem riscos e abusos quando são obrigadas a se submetem a exploração no parto assim como no aborto.

Poderíamos enumerar aqui a enorme quantidade de mudanças que faltam ainda serem conquistadas para uma sociedade mais justa para as mulheres, mas o principal acredito; seja alertar sempre as mulheres para buscarem por seus direitos e continuarem a lutar por um mundo mais justo, digno e igualitário para todos os filhos e filhas de Deus, e é para isso que serve a comemoração do “Dia da Mulher“.

Procuramos entender a energia que comanda essas mulheres e as orixás femininas nos dão boas dicas a esse respeito. Cada orixá transmite suas melhores qualidades assim como alguns de seus pontos menos positivos, e este é o legado das orixás femininas às suas filhas.

 

Características de personalidade das filhas das orixás femininas

Nanã – As filhas de Nanã são conservadoras e presas aos padrões convencionais estabelecidos pela sociedade. Passam aos outros a aparência de serem calmas, mudando rapidamente de comportamento, tornando-se guerreiras e agressivas; quando então, podem ser perigosas, o que assusta as pessoas.

Levam seu ponto de vista as últimas consequências, tornando teimosia. Quando mães, são apegadas aos filhos e muito protetoras. São ciumentas e possessivas. Exigem atenção e respeito, são pouco alegres e não gostam de muita brincadeiras. As filhas de Nanã são majestosas e seguras nas ações e procuram sempre o caminho da sabedoria e da justiça.

Obá – As filhas de Obá normalmente não tem muito jeito para se comunicar com as pessoas, chegam a ser duras e inflexíveis. Têm dificuldade em ser gentis e estabelecer um canal de comunicação afetiva com os outros; às vezes são brutas e rudes afastando as pessoas ao seu redor.

Algumas vezes infelizes no amor, investem todas as suas cartas nas suas carreiras e, entre as mulheres que se destacam profissionalmente numa sociedade machista, podemos encontrar entre as filhas de Obá excelentes juízas, advogadas, comandando quartéis, etc. Muitas vezes despertam a inveja dos seus inimigos e podem sofrer algumas emboscadas, por isso devem vencer a tendência que possuem para a ingenuidade.

Ewá – As filhas de Ewá são vivas e atentas, mas sua atenção está canalizada para determinadas pessoas ou ocasiões, o que as leva a desligar-se do resto do mundo. Isso aponta uma certa distração e dificuldades de concentração em determinados momentos.

Possuem tendência a duplicidade: em algumas ocasiões podem ser bastante simpáticas, em outras são extremamente arrogantes, podendo ser bastante apegadas a riqueza, as filhas de Ewá gostam de ostentar roupas bonitas e vistosas, e acompanham sempre a moda, adoram elogios e galanteios.

Oxum – As filhas de Oxum são aquelas que agem com estratégia, que jamais esquecem as suas finalidades; atrás da sua imagem doce esconde-se uma forte determinação e um grande desejo de ascensão social.

As filhas de Oxum dão muito valor à opinião pública, fazem qualquer coisa para não chocá-la, preferindo contornar as suas diferenças com habilidade e diplomacia. Suas filhas são doces, sentimentais, agem mais com o coração do que com a razão e caem no choro facilmente pois são muito emotivas.

Iansã – As filhas de Iansã são conhecidas por seu temperamento explosivo. Estão sempre chamando a atenção por serem inquietas e extrovertidas.

Iansã é a mulher guerreira que, em vez de ficar no lar, vai à guerra. São assim as filhas de Iansã, que preferem as batalhas grandes e dramáticas ao cotidiano repetitivo.

Iemanjá – A força e a determinação fazem parte das características das filhas de Iemanjá, assim como o sentido de amizade, mas que está sempre cercada de algum formalismo. Apesar do gosto pelo luxo, não são pessoas ambiciosas nem obcecadas pela própria carreira, detendo-se mais no dia a dia, sem grandes planos para atividades a longo prazo.

Não esquecem uma ofensa ou traição, sendo raramente esta mágoa esquecida. Uma filha de Iemanjá pode tornar-se rancorosa, remoendo questões antigas por anos e anos sem esquecê-las jamais.

Raizes Espirituais


Gostou do artigo? Então não se esqueça de compartilhar com os seus amigos! Obrigado!






Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.