Sobre a luz e mistérios dos Orixás

Dentro de uma amena analise e ponto de vista particular da Cosmogênese, Metafísica e Psicanálise.

Dentro dos Erós dos Orixás, há mais mistérios a serem desvendados do que imaginamos! Na África há muito mais Orixás que representam multiplicidades de forças em cognição, por vias de nuances coligadas as propriedades energéticas do macrocosmos. Energismo puro, vagante no infinito espacial, que ao contato com o aferir natural das potências da mente humana, inicia o formatar cognitivo da verdade e realidade em sua essência substancial, desde a fonte quintessênciada ou abstrata concebida pela existência ante o pensamento, sentimento e emoção e etc, etc, etc…

Até a matéria mais bruta, nos organismos inorgânicos, orgânicos, minerais, etc.. E suas propriedades de frequências vibracionais em pulso ou ondas, conhecidas e concernidas pelo psique dos seres raciocinantes ou com um embrionário raciocínio, aferindo ao labor do concernir e consentir o que há como real ou realizado, ou ainda para acrescentar, pela sua força psíquica na ação do ímpeto da vontade e do desejo e da intenção.

A coisa levada a sério é muito mais profunda que imaginamos.
Salve as forças de todos os Orixás.

Entendo em particular que os Orixás são muito mais que arquétipos pré-estabelecidos pelos moldes das diversas nuances imaginativas e sonhadoras do “ser ou estar pelos egos, consciência e mente das humanas criaturas”.

1- São os mesmos Orixás, energias cósmicas puras, protoforma substancial das múltiplas existências e realidades concebidas pelos seres psíquicos.

(Portanto, são múltiplos dimensionais ao realizar na realidade, ou seja, são o nosso sistema anímico puro e ileso do dualismo. São os mesmos adormecidos parcialmente ou totalmente, na mais límpida sapiência em forma de centelha do amor.)

2- São parte das emanações do planeta que vivemos e suas sub-informações amorfas ou morfogênicas em seus emaranhados de fios como teia gigantescas que liga e coliga, tudo com o todo e o todo com o tudo que aqui há na terceira e quarta dimensão, seja em matéria densa à antimatéria astral totalmente fluídica. Desta maneira entendo que as forças dos Orixás estão imantadas simbioticamente nos quatro elementos e suas subdivisões vibracionais.

3- As forças em frequência vibracionais dos Orixás estão no macrocosmo, e lá se encontram gravitando e permeando entre as galáxias, as supernovas, entre os cometas, planetas, estrelas, super nebulosas, na matéria escura, no vaco espacial e em todos os sistemas magnânimos de vida, ungidos pelo infinito e a eternidade.

Expomos nosso ponto de vista muito acanhado, apenas em três aspectos aonde há os Orixás em suas fontes energéticas e de informação cognitivas em frequência vibrátil.

Eterno Aprendiz: Edson Rosa Rosa


Gostou do artigo? Então não se esqueça de compartilhar com os seus amigos! Obrigado!






Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.