Por que o médium sofre?

No dia 07 de maio do ano de 2011, um dos Mentores da Casa foi questionado sobre o sofrimento que muitos médiuns, santos ou profetas passam para cumprir sua missão de vida.

Ele respondeu: “A pior doença é a da alma que não se manifesta no corpo, mas se manifesta no espírito, denegrindo, corrompendo e conduzindo o ser humano ao caos e à destruição. Quando a doença está no físico, o ser humano já trabalhou suas mazelas e pode evoluir sem manchas ou máculas.” Haywoth (ou Tsan San Tha Thi)
E depois explicou que é melhor adoecer na carne do que no espírito, pois o corpo volta para a terra e vira pó, enquanto o espírito prossegue sua jornada. O pó da terra, com a ajuda de toda a natureza, a tudo transmuta com o passar dos tempos. Mas, o espírito adoecido sofrerá até “pagar suas dívidas Khármicas”. Então, citou diversas histórias conhecidas e desconhecidas, dentre elas a de Jó, que muito padeceu, sem perder a fé em Deus.
Quantos de nós pensa em abandonar tudo, inclusive a fé, quando algo de ruim acontece? Quantos de nós pensa em usar a mediunidade como objeto de vingança, em forma de magia negra? Quantos de nós desiste no primeiro obstáculo?
Cumprir missão nunca é fácil, ainda mais na caridade. Somos testados a todo momento, somos questionados a cada instante, somos ultrajados em muitos atendimentos. Mas, não podemos desistir de nossa evolução, de nós mesmos e de nossa fé. Não podemos desistir de nossa jornada evolutiva

Fonte: umbandaempaz.blogspot.com


Gostou do artigo? Então não se esqueça de compartilhar com os seus amigos! Obrigado!





Deixe uma resposta