O duplo egoísmo, viver não se resume a reencarnação e karma

“Não é o suficiente para nós simplesmente introduzir idéias como as de reencarnação e karma – a questão é: a forma como nós as introduzimos. Se eles se tornarem meramente um incentivo ao egoísmo, então elas não elevam a nossa vida civilizada, eles servem apenas para deprecia-la mais. Há outra maneira na qual a reencarnação e karma tornam-se ideias antiéticas. Muitas pessoas dizem: “Eu devo ser bom, para que eu possa ter uma encarnação afortunada da próxima vez.” Para agir com tal motivo, ser virtuoso, a fim de que se possa ter uma vivência mais agradável na próxima encarnação – não é um egoísmo simples, mas um duplo egoísmo. No entanto, este duplo egoísmo é o que tira muitas pessoas da verdadeira ideia de reencarnação e karma. Nossa civilização possui tão pouco impulso altruísta ou de religiosidade, que é incapaz de conceber até mesmo idéias como as de reencarnação e karma no sentido de que seria um estímulo para o altruísmo, não para as ações e sentimentos egoístas.”

Rudolf Steiner

Fonte: http://www.antroposofy.com.br/forum/rudolf-steiner-o-duplo-egoismo/

Deixe uma resposta