Jorge da Capadócia – Semper fidelis (Parte I)

Jorge da Capadócia, imbatível soldado de Cristo, nasceu provavelmente no ano de 275 na Capadócia, hoje região da Turquia. Era de família nobre e cristã. Ainda infante, perdera o pai, oficial do exército imperial, morto em batalha. Assim, mudou-se com sua mãe para a Palestina, pois ela era originária desta Terra Santa.
Sua genitora o educou com profundo zelo, tanto no aspecto material quanto espiritual, orientando-o a sempre lutar contra as forças das trevas.
Adolescente, Jorge da Capadócia ingressou na carreira militar – exército do imperador romano Caio Aurélio Valério Diocleciano – pela extrema dedicação este jovem cavaleiro, invencível na fé em Deus, logo foi alçado a Conde e, aos 23 anos, já desempenhava o posto de Tribuno Militar.
A carreira militar do nosso Santo Guerreiro progredia, vindo até a integrar a própria guarda pessoal do Imperador.
Monumento a Jorge da Capadócia às margens do rio spree - Berlim
Monumento a Jorge da Capadócia às margens do rio spree – Berlim
Tudo lhe transcorria favoravelmente, até que o Imperador Diocleciano, entre os anos de 303 a 311, iniciou uma sangrenta e cruel perseguição aos cristãos.
O governador Daciano, fiel partidário do Imperador, em apenas um mês martirizou 17 mil cristãos. Para sobreviver muitos renegaram a fé cristã, adorando deuses pagãos do Império Romano.
Jorge da Capadócia se revoltou contra a insensatez e a brutalidade imposta aos seguidores de Jesus Cristo. Distribuiu todos os bens que possuía, renunciou as vestes militares e passou a viver entre os cristãos.
Jorge afirmava para todos que foi o Senhor quem fez os céus! Somente a Ele adorarei e temerei! Os ídolos romanos são falsos!
De acordo com a Legenda Áurea – coletânea de narrativas hagiográficas, escrita no século XIII, pelo dominicano Jacopo de Varazze – a extrema audácia do nosso intrépido cavaleiro enfureceu o governador.
Daciano, cego para a Luz Maior, indagou a Jorge:
– Que queres com tal comportamento? De onde você é?
Assim respondeu o fiel e firme guerreiro:
– Eu me chamo Jorge, sou um nobre da Capadócia. Com a ajuda de Cristo submeti a Palestina, mas depois abandonei tudo para servir livremente ao Deus do céu.
Continua… 

 

 

Fonte: Bússola Mística


Gostou do artigo? Então não se esqueça de compartilhar com os seus amigos! Obrigado!




Deixe uma resposta