As encruzilhadas

As encruzilhadas são lugares simbólicos de reflexão para escolha dos caminhos que temos de seguir, mas também são lugares naturais, de intenso fluxo de pensamentos profanos, que têm serventia magística para que os Exus, que atuam sob a égide da Lei de Umbanda, se desvencilhem das negatividades por nós criadas ou atraídas em determinadas situações de nossas vidas: doenças, obsessões, enfeitiçamentos, mau-olhado, quebranto, inveja etc.

Outro aspecto profundo e infelizmente ainda oculto e mal compreendido referente às encruzilhadas, é o equívoco de só serem associadas aos cruzamentos urbanos. Em verdade, as en- cruzilhadas são realmente uma representação simbólica de algo muito maior, os entrecruzamentos vibratórios dos próprios Orixás e a atuação deles de acordo com o merecimento, momento existencial e livre-arbítrio de cada um de nós. Se os Orixás são vários e ligados aos elementos planetários e aos pontos de for- ças da natureza, seus correspondentes entrecruzamentos etéreo-
-astrais representam um universo abundante e de infinitas possi- bilidades para todos.

– do livro A UMBANDA É DE TODOS.
http://www.livrariadotriangulo.com.br/


Gostou do artigo? Então não se esqueça de compartilhar com os seus amigos! Obrigado!






Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.