As trocas energéticas durante uma relação sexual

Quando um homem entra em você, que tipo de consciência e energia ele carrega? Ele está amargurado? Está feliz? Ama a si mesmo? E te ama?

Quando uma mulher se permite para você, ela está te abençoando ou amaldiçoando? Ela está frustrada? Está triste? Ama-se a si mesma? E te ama?

O sexo é um ritual de troca de energias, pensamentos, emoções.Durante o sexo você se transforma em esponja para a consciência e energia dessa outra pessoa.

É como um contrato de acordo entre duas partes. Cada penetração é como uma cláusula e cada gesto é como uma afirmação desse contrato.

A troca de energia acontece por meio dos nossos chakras que se abrem para que a troca de energia vital aconteça. Na hora do sexo, as relações se tornam mais intensas pois o nosso parceiro tem acesso a toda a frequência energética que temos em nosso corpo. Os chakras se encontram, então é criado um fio de energia que conecta os parceiros criando a potente e vibrante energia sexual.

Dependendo da intensidade e do campo magnético criado na relação, essa conexão pode durar até anos! Entretanto, nem sempre essa troca intensa ocorre de forma harmônica, há a energia sexual que pode inclusive ser prejudicial ao nosso equilíbrio.

Em uma relação sexual com frequência vibracional elevada em ambos, os parceiros sentem que já se conhecem há muito tempo (além dessa vida) e sabem exatamente o que agrada o corpo e a energia do outro. Essa energia é capaz de perdurar circulando em nossos chakras por muito tempo. São como memórias que temos que não sabemos explicar como foram parar ali.

Em contrapartida, após o ato, os dois ou um dos dois sente-se [email protected]? Sensação de vazio? Ou mesmo tristeza? Muitos acreditam que o sexo é apenas uma forma de “aliviar tensões”. Isto é muito pouco perto do que o sexo pode oferecer. Na verdade, a energia gerada através do sexo é capaz de criar novas sinapses cerebrais e assim, reverberar em todo o organismo e decisões.

Imagine que um dos parceiros está em uma vibração ruim, com preocupações, angústias, problemas e resolve fazer sexo com alguém para relaxar. Isso pode acabar transmitindo todas essas tensões o outro. O que era para ser apenas uma forma de trocar prazer, pode trocar energias indesejadas, chamadas de amarras kármicas.

A amarra kármica acontece quando transamos com alguém que não está em sintonia com a nossa vibração energética. Quando isso acontece, essa troca é prejudicial. Pode parecer um pouco com cansaço, com exaustão ou preocupação, mas a sensação é sutilmente diferente. Aquele fio de energia criado entre você e o parceiro não é saudável, pois ele mudou a sua vibração, desequilibrou os seus chakras e criou uma amarra kármica entre vocês.

Quando isso acontece, é porque o casal não estava sintonizado e acabou baixando a frequência energética de ambos, compartilhando esse magnetismo com padrão negativo. Há casais que convivem mesmo sem amor e acabam fazendo sexo sem vontade de trocar boas energias – nesses casos realizam-se relações sexuais destrutivas. O campo magnético dos parceiros não deseja realizar trocas, entretanto, os corpos físicos forçam essa troca que faz muito mal a ambos!

Todos nós devemos cuidar do nosso corpo e energia e estar atento a quem estamos nos relacionando intimamente. As vibrações do nosso corpo comandam os nossos pensamentos e sentimentos, por isso tenha cuidado ao trocar energias com quem não tem a mesma vibração que você. O seu corpo te mostra isso, ele te dá sinais de que aquela pessoa tem ou não a mesma vibração que você, fique atento e proteja sua energia!

Esteja ciente do verdadeiro poder do sexo. Se você soubesse o quão a energia sexual é, não faria com qualquer um(a).

Alquimia sagrada


Gostou do artigo? Então não se esqueça de compartilhar com os seus amigos! Obrigado!



Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mudar tamanho da letra
Contraste de cores
error: Content is protected !!