A importância da Humildade para uma pessoa

humildade

Definição de Humildade pelo dicionário Aurélio:
1 Qualidade de humilde.
2 Capacidade de reconhecer os próprios erros, defeitos ou limitações.
3 Sentimento de inferioridade.
4 Demonstração de respeito, submissão.
5 Ausência de luxo ou sofisticação.
6 Pobreza, penúria.

Na pratica mediúnica, humildade não tem nada a ver com o aspecto social em que o indivíduo se encontra, inferioridade ou submissão aos demais.
Humildade para nós Umbandistas é, saber que somos seres falhos,é demonstrar respeitos aos irmãos de fé e as entidades, é saber o nosso lugar como médiuns, e que as ordens são dadas de cima para baixo, nunca de baixo para cima, e ter consciência que a mediunidade deve ser usada para o bem do próximo, e nunca em beneficio próprio, e ser instrumento da vontade do astral e nunca definir as ações que o astral deve cumprir. Ser humilde é dar as pessoas o respeito que elas merecem, é amar o próximo, é fazer a caridade, e não prestação de serviço. Ser humilde é, praticar a mediunidade pura, sobre a tutela dos amados guias espirituais.

Xisto Queiroz Jr.

Deus na Umbanda

A Umbanda é uma religião monoteísta, ou seja, acredita na existência de um Deus Supremo, incriado, criador de tudo e de todos. Dele, provém todas as formas e manifestações de vida.

Foi Deus Supremo quem criou os Orixás, os espíritos e todos os planetas e astros existentes no universo. Esse Deus pode ser chamado de diversos nomes, tais como, Zambi, Olorum, Olodumaré, etc. Tais denominações são influencias das nações africanas que chagaram ao Brasil durante o período da escravidão. Continue lendo “Deus na Umbanda”

As quatro correntes da Umbanda

Se a Umbanda é uma religião nova, seus valores religiosos fundamentais são ancestrais e foram herdados de culturas religiosas anteriores ao Cristia­nismo.
As quatro correntes da Umbanda tem na sua base de informação os cultos afros, os cultos nativos, a doutrina espírita kardecista, a religião católica e um pouco da religião oriental (budismo e hinduísmo) e também da magia, pois é uma religião magística por excelência o que a distingue e a honra, porque dentro dos seus templos a magia é combatida e anulada pelos espíritos que neles se manifestam incorporando nos seus médiuns.

Dos elementos formadores das bases da Umbanda surgiram as sua principais correntes religiosas, as quais interpretamos assim: Continue lendo “As quatro correntes da Umbanda”

A Semana Santa na Umbanda

semana santa

Muitos terreiros de umbanda dão início as comemorações da Semana Santa na quarta-feira santa com o inicio da quaresma.

Muito antes do cristianismo o povo africano já respeitava a quaresma, porém com um significado diferente dos fatos relacionados a vida de Jesus Cristo.

Enquanto os cristãos celebram a morte e a ressurreição de Cristo, os africanos celebram o Lorogun, período em que os orixás entram em guerra contra o mal, para trazer o pão de cada dia para seus filhos. Continue lendo “A Semana Santa na Umbanda”