Os incensos dos Orixás

Os incensos têm como objetivo, energizar e transmutar as energias dos ambientes e das pessoas. São, por excelência, purificadores e condutores de vibrações, atuando nos locais e nos indivíduos onde são usados. Perfumam os ambientes e renovam a carga energética estagnada e/ou negativa, não havendo qualquer contra-indicação, exceto para os alérgicos aos aromas, é claro. Seu campo de atuação não se restringe apenas aos inanimados, ativando também nossa sensibilidade. Existe um tipo e uma essência específica a ser utilizada para cada necessidade. Acenda um em cada ambiente de sua casa, sempre que sua intuição recomendar. Os incensos são encontrados em diversas formas: em pastilhas, palitos, pó, etc.

Atendendo a pedidos, trago para vocês uma lista de alguns tipos e suas propriedades. Aproveitem! No mínimo, suas casas ficarão mais perfumadas.

ARRUDA – confere proteção espiritual e aumenta a segurança. É muito eficiente na eliminação de energias negativas e sua purificação.

ACÁCIA – evita pesadelos e transmite um sono tranqüilo.A Essência dos Maçons.

ABSINTO – favorece a clarividência. Também usado para proteção e amor.

ALECRIM – afasta a depressão, purifica o local em questão, e eleva o nível de pensamentos.

ALFAZEMA – eleva o astral e transmite tranqüilidade.

ALMÍSCAR – aumenta a sorte e o sucesso, assim como a intuição.

ANGÉLICA – aumenta a proteção.

ARTEMÍSIA – faz aflorar a clarividência.

ANIS ESTRELADO – atrai a boa sorte.

BENJOIM – aumenta a criatividade, seja em trabalhos artísticos ou escritos.

CAMOMILA – melhora as finanças e acalma emocionalmente. Protege as mulheres.

CANELA – é indicado para questões financeiras e tranqüiliza o ambiente.Utilizada pra prosperidade, Esquenta a relação.

CÂNFORA – aumenta a realização emocional e profissional e elimina todo tipo de energia negativa. Usada em curas.

CEDRO – aumente a força física. Muito indicado para purificar os ambientes, pois atrai vibrações de harmonia. Quanto aos negócios, ajuda a ter sucesso com as vendas.

CIPRESTE – aumenta a concentração, a firmeza e o equilíbrio. Proporciona prosperidade e fortuna.

COCO – traz o equilíbrio emocional necessário para a tomada de decisões.

CRAVO – abre os caminhos, atrai dinheiro, destrói as energias negativas reinantes e confere segurança. Esfria o Ambiente.

ERVA CIDREIRA – confere felicidade e sucesso; assim como promove o encontro de verdadeiro amor.

ERVA-DOCE – eficaz no “olho gordo”; como também promove a harmonia e paz.

EUCALIPTO – renova as energias e promove uma verdadeira limpeza energética do local. Altamente usada pra descarrego.

HORTELÃ – anula as energias negativas. É muito indicado para aumentar a compreensão, o poder de decisão, a ordem e a consciência ecológica.

JASMIM – aumenta a resistência física e melhora os negócios. Acalma o ambiente.

LAVANDA – elimina a depressão e confere um sono tranqüilo.

MANJERICÃO – traz sorte, felicidade, prosperidade e proteção.

MIRRA- estimula a intuição.

NOZ MOSCADA- alegra o ambiente e atrai dinheiro, da maneira justa e merecida.

OLÍBANO- O Incenso dado a Jesus quando nasceu, o incenso sagrado dos sacerdotes.

ORQUÍDEA – indicado para purificar o ambiente de trabalho e, ajudar a encontrar soluções para problemas práticos.

PATCHULI- traz abundância e reativa a fertilidade. Traz Proteção.

PIMENTA – elimina brigas dentro de casa; atrai dinheiro e boa sorte.

PINHO- atrai proteção e aumenta a fertilidade.

ROSA BRANCA- limpa o ambiente contra as energias maléficas e acalma as pessoas que estão ao seu redor.

SÂNDALO- ajuda no desenvolvimento e expansão da intuição.

VERTIVER- é a fragrância que protege o comércio, favorecendo as boas vendas, atraindo dinheiro e a boa sorte.

VIOLETA- ajuda a espantar as energias negativas.

INCENSOS DE OXALÁ- Olibano, Mirra, Manjericão, Guiné, Acácia, Madeira do Oriente e Cedro.

INCENSOS DE IEMANJÁ- Rosa Branca, Alfazema, Sal Grosso, Lavanda, Camomila, Junípero e Almíscar.

INCENSO DE IBEJI: Benjoin, Açúcar, Anis Estrelado, Nóz Moscada, Goiaba, Chocolate e Absinto.

INCENSO DE OXOSSÍ: Arruda, Flor de Laranjeira, Hortelã, Erva-Doce, Erva-Cidreira, Abacaxi e Pinho.

INCENSO DE OGUM: Sândalo, Patchuli, Eucalipto, Samambaia, Jurubeba, Cravo e Vertiver.

INCENSO DE OMULU: Canfora, Violeta, Dama da Noite, Café, Palha, Erva Africana e Cacau.

INCENSO DE XANGÔ: Jasmim, limão, Alecrim, Pimenta, Cipestre, Lírio e Gerbena.

INCENSO DE NANÃ: Violeta.

INCENSO DE OXUM: Rosa Amarela

INCENSO DE IANSÃ: Verbena

INCENSO DE EXU: Pitanga, Melancia, Cravo, Canela, Pimenta, Enxofre e Rosa Vermelha (Pomba-Gira).

Fonte: umbandadejesus.blogspot.com 

Dia da semana, cores e saudações dos orixás

Cada orixá existente no candomblé ou umbanda tem uma correspondência com um dia da semana, assim como cores e saudações específicas.

No dia da semana de nosso orixá é comum usar roupas de cores correspondentes a eles, contas na cor do santo, sendo também o dia mais propício a fazer oferendas e alcançar graças, assim como agradecê-las.

Confira agora tudo que corresponde ao seu orixá

 

Saudações, cores e os dias da semana para cada orixá

Exú – Mensageiro dos orixás

Saudação: Laroyê Exú!

Cores: vermelho e preto

Dia da semana: Segunda-feira

Ogum – O orixá da guerra, é também ferreiro

Saudação: Ogunhê

Cores: azul, verde

Dia da semana: Terça-feira

Oxóssi – O orixá da caça e rei das matas

Saudação: Okê arô!!

Cores: verde, azul

Dia da semana: Quinta-feira

Omolú/Obaluaiê – O orixá da medicina, deus da varíola

Saudação: Atotô!

Cores: marrom, cor palha

Dia da semana: Segunda-feira

Nanã Buruku – a mais velha dos orixás, primeira esposa de Oxalá, deusa da morte

Saudação: Saluba Nanã!

Cores: lilás, roxo

Dia da semana: Domingo

Oxumaré/Bessen – O orixá da riqueza representado pelo arco-íris e pela cobra

Saudação: Arroboboi Oxumarê!

Cores: amarelo e verde

Dia da semana: Terça-feira

Logunedé – O caçador filho de Oxum e Oxóssi

Saudação: Olorikim Logun!

Cores: amarelo e azul

Dia da semana: Quinta-feira

Iansã – Senhora dos ventos e tempestades

Saudação: Epahey Oyá!

Cores: marrom e vermelho

Dia da semana: Quarta-feira

Xangô – Senhor da justiça

Saudação: Kao Kabiesilê!

Cores: vermelho e branco, marrom e branco

Dia da semana: Quarta-feira

Oxum – Orixá do amor, da fertilidade e maternidade

Saudação: Ora yê yê ô!

Cores: amarelo

Dia da semana: Sábado

Iemanjá – Deusa do mar, segunda esposa de Oxalá    

Saudação: Odò ìyá!

Cores: prata e branco

Dia da semana: Sábado

Ossaim – O orixá das plantas

Saudação: Ewê ô!

Cores: verde e branco com lista vermelha

Dia da semana: Quinta-feira

Obá – orixá dos ventos e redemoinhos

Saudação: Obá Xiré Yá!

Cores: rosa, coral

Dia da semana: Quarta-feira

Irokô – O orixá do Tempo

Saudação: Iroko y Só! Eeró!

Cores: branco, cinza

Dia da semana: Terça-feira

Oxalá/Oxaguiã/Oxalufã – O orixá maior

Saudação: ÈPA BÀBÁ !

Cores: Branco

Dia da semana: Sexta-feira

Xangô

É o Orixá da Justiça e seu campo preferencial de atuação é a razão, despertando nos seres o senso de equilibrio e eqüidade, já que só conscientizando e despertando para os reais valores da vida a evolução se processa num fluir contínuo.
O Trono Regente Planetário se individualiza nos sete Tronos Essenciais, que se projetam energética, magnética e vibratoriamente e criam sete linhas de forças ou irradiações bi polarizadas, pois surgem dois pólos diferenciados em positivo e negativo, irradiante e absorvente, ativo e passivo, masculino e feminino, universal e cósmico. Continue lendo “Xangô”

Nanã

A mais velha divindade do panteão, associada às águas paradas, à lama dos pântanos, ao lodo do fundo dos rios e dos mares. O único Orixá que não reconheceu a soberania de Ogum por ser o dono dos metais. É tanto reverenciada como sendo a divindade da vida, como da morte. Seu símbolo é o Íbíri – um feixe de ramos de folha de palmeira com a ponta curvada e enfeitado com búzios.
Nana é a chuva e a garoa. O banho de chuva é uma lavagem do corpo no seu elemento, uma limpeza de grande força, uma homenagem a este grande orixá. Continue lendo “Nanã”

Obaluayê

Obaluaê, também conhecido como Omulú, Xapanã e associado com Kavungo, divindade da nação Bantu, e com Sakpata, divindade da Nação Jeje, é o Orixá da Cura, das doenças, das pestes.

É sincretizado com São Lázaro, o santo que voltou dos mortos e com São Roque, o santo que fora contaminado com uma peste, se curou e é invocado na cura de epidemias e doenças contagiosas. Continue lendo “Obaluayê”