Pontos de Ogum

Pontos de Ogum

1-PONTO DE OGUM IARA

Se meu Pai é Ogum, Ogum


Vencedor de demanda

Ele vem de Aruanda

Pra salvar filhos de Umbanda

Ogum, Ogum, Ogum, Ogum Iara

Ogum, Ogum, Ogum, Ogum Iara

Salve os campos de batalha

Salve a Sereia do Mar

Ogum, Ogum Iara

2- PONTO DE OGUM


Ogum olha a banda auê, ah
Ogum olha a banda auê, ah

Oh! Meu São Jorge
Toma conta da umbanda
Que Ogum está de ronda
Olha a Umbanda auê, ah

3- PONTO DE OGUM DE LEI

Ogum de Lei

Quem manda é Zambi

Ogum de Lei

Quem manda é Zambi

Corre, corre toda guia

Pra salvar filhos de Umbanda

Corre, corre toda guia

Pra salvar filhos de Umbanda

Lá vai o sol, ele vai girar

Ele vai girar na linha de Umbanda

Ele vai girar.

4- PONTO DE SÃO JORGE

E quem está de ronda é São Jorge

Deixa São Jorge rondar

E quem está de ronda é São Jorge

Deixa São Jorge rondar

São Jorge é guerreiro

Que manda na Terra

Que manda no Mar

São Jorge é guerreiro

Que manda na Terra

Que manda no Mar

Sarava Meu Pai

Sarava Meu Pai

Girar é bom, girar é bom, girar é bom

É bom girar

5- PONTO DE OGUM BEIRA MAR

Ogum quando sai da lua

Ele faz tremer a Terra

Nos campos de batalha

Senhor Ogum venceu a guerra

Ogum quando sai da lua

Ele faz tremer a Terra

Nos campos de batalha

Senhor Ogum venceu a guerra

Lê, lê, lê, lê ê

Lê, lê, lê, lê á

Vamos Sarava nosso Pai

Ogum Beira Mar

Lê, lê, lê, lê ê

Lê, lê, lê, lê á

Vamos Sarava nosso Pai

Ogum Beira Mar

6- PONTO DE OGUM MEGÊ

Ogum em seu cavalo corre

E a sua espada reluz

Ogum em seu cavalo corre

E a sua espada reluz

Ogum, Ogum Megê

Sua bandeira cobre os filhos de Jesus

Ogum iê!

7- PONTO DE OGUM BEIRA MAR

Se o céu é lindo

O mar também é

Se o céu é lindo

O mar também é

Aonde está as cachoeiras, Beira Mar

Aonde está as cachoeiras e a Rainha do Mar

Aonde está as cachoeiras, Beira Mar

Aonde está as cachoeiras e a Rainha do Mar

8- PONTO DE SÃO JORGE

Cavaleiro na porta bateu

Eu passei a mão na pemba

Pra ver quem era

Cavaleiro na porta bateu

Eu passei a mão na pemba

Pra ver quem era

Era São Jorge Guerreiro, viajante,

Cavaleiro da força e da fé.

Era São Jorge Guerreiro, viajante,

Cavaleiro da força e da fé.

9- PONTO DE LINHAS DE OGUM

Pisa na linha de Umbanda

Que eu quero ver

Ogum Sete Ondas

Pisa na linha de Umbanda

Que eu quero ver

Ogum Beira Mar

Pisa na linha de Umbanda

Ogum Iara, Ogum Megê

Olha a Umbanda, Ogum iê

10- PONTO DE OGUM

Nesta casa de guerreiro

Vim de longe pra  rezar

Rogo a Deus pelos doentes

Na fé de Obatalá

Ogum salve a Casa Santa

Os presentes e os ausentes

Salve nossas esperanças

Salve os velhos e crianças

Nego veio e ensinou

Na cartilha de Aruanda

E Ogum não esqueceu

Como vencer a Quimbanda

A tristeza foi embora

Na espada de um guerreiro

E a luz no romper da aurora

Vai brilhar neste terreiro.

11-PONTO DE OGUM BEIRA MAR

Ogum já venceu

Já venceu, já venceu

Ogum vem de Aruanda

E quem lhe manda é Deus

Ogum já venceu

Já venceu, já venceu

Ogum vem de Aruanda

E quem lhe manda é Deus

Ele vem beirando o rio

Ele vem beirando o mar

Salve Santo Antônio da Calunga

Benedito e Beira Mar

Ele vem beirando o rio

Ele vem beirando o mar

Salve Santo Antônio da Calunga

Benedito e Beira Mar

12- PONTO DE OGUM

Por entre matas

Por entre mares e terra

Por entre matas

Por entre mares e terra

Eu entendi o que meu Pai quis dizer

Que Ogum não devia beber

Que Ogum não devia fumar

Mais a fumaça representa as nuvens

E a cerveja as espumas do mar

Que Ogum não devia beber

Que Ogum não devia fumar

Mais a fumaça representa as nuvens

E a cerveja as espumas do mar

13- PONTO DE OGUM MEGÊ

Oxossi assobiou

Pra passar no Humaitá

Oxossi assobiou

Pra passar no Humaitá

Pra falar com Ogum Megê

Mensageiro de Oxalá

Pra falar com Ogum Megê

Mensageiro de Oxalá

14- PONTO DE SETE ONDAS

Ó filhos de Umbanda

Seu Sete Ondas

Vem do Humaitá

Que bela surpresa

Vem de Aruanda

Nos abençoar

15- PONTO DE BEIRA MAR

Auê, auê, Ogum Beira Mar auê

Auê, auê, Ogum Beira Mar auê

Iansã virou o tempo

Pra Oxum não governar

Mas durante o barra vento

Oxum se pois a cantar

Auê, auê, Ogum Beira Mar auê

Auê, auê, Ogum Beira Mar auê

16- PONTO DE OGUM

Filho de pemba bebe água no rochedo

Filho de Ogum corre campo e não tem medo

Filho de pemba bebe água no rochedo

Filho de Ogum corre campo e não tem medo

Vou pedir ao criador

Que derrame o seu amor

Aos nossos guias

E ao nosso Babalaô

17- PONTO DE OGUM

Ogum guarde as pedreiras

Mandado por Oxalá

Com a espada, e com a lança, Ogum

Seus filhos vêm ajudar

18- PONTO DE OGUM

Iemanjá cadê Ogum

Foi com Oxossi ao Rio Jordão

Foram saudar São João Batista

E batizar Cosme e Damião

19- PONTO DE OGUM IARA

Seu cavalo corre

Sua espada reluz

Sua bandeira cobre

Todos os filhos de Jesus

Seu cavalo corre

Sua espada reluz

Auê, seu Ogum Iara

Aos pés da Santa Cruz

20- PONTO DE OGUM DE RONDA

Quem Beira Rio, Beira Rio

Beira Mar

O que se ganha de Ogum

Só Ogum pode tirar

Quem Beira Rio, Beira Rio

Beira Mar

O que se ganha de Ogum

Só Ogum pode tirar

Seu Ogum de Ronda

É quem vem girar

E vem trazendo folhas

Pra descarregar

Seu Ogum de Ronda

É quem vem girar

E vem trazendo folhas

Pra descarregar

21- PONTO DE LINHAS DE OGUM

Oxalá está chamando

Ogum lá no Humaitá

Pra lhe dar uma bandeira

E mandar ele girar

Oxalá está chamando

Ogum lá no Humaitá

Pra lhe dar uma  bandeira

E mandar ele girar

Se ele é capitão ele vai girar

E se for de Angola também vai girar

E se for Ogum de Lei – ele vai girar

E se for de Nagô – também vai girar

22- PONTO DE OGUM 7 ESPADAS

Eu tenho 7 Espadas pra me proteger

Eu tenho 7 Espadas pra para vencer

Eu tenho Ogum em minha companhia

Ogum é meu Pai

Ogum é meu Guia

Ogum 7 Espadas

É filho da Virgem Maria

23- PONTO DE LINHAS DE OGUM

Salve Ogum Megê

Ogum Rompe Mato

Ogum Beira Mar

Salve Ogum Megê

Ogum Rompe Mato

Ogum Beira Mar

Ele trabalha na areia meu Pai

Ele trabalha no mar

Ele trabalha na areia meu Pai

Ele trabalha no mar

24- PONTO DE SÃO JORGE

Quando Jesus descer do céu

São Jorge segura o seu reinado

Quando Jesus descer do céu

São Jorge segura o seu reinado

Olha que as folhas da mangueira

São Jorge não deixa seus filhos cair

Olha que as folhas da mangueira

São Jorge não deixa seus filhos cair

25-PONTO DE OGUM

Ogum que está de ronda

Não deixa a demanda entrar

É hora, é hora, é hora Ogum

É hora de comandar

26- PONTO DE OGUM BEIRA MAR

Seu Ogum Beira Mar

O que trouxe do mar

Seu Ogum Beira Mar

O que trouxe do mar

Quando ele vem

Vem beirando a areia

Na mão direita ele trás

A guia de Mamãe Sereia

27- PONTO DE OGUM BEIRA MAR

Estrela, clareia a terra

Estrela, clareia o mar

Estrela, clareia a terra

Estrela, clareia o mar

Clareia o congá de Beira Mar

Clareia

Clareia os filhos do congá

28- PONTO DE OGUM

Na porta da Romaria

Eu vi um cavaleiro de ronda

Trazia um escudo no braço

E uma lança na mão

Mostrando que matou o dragão

Mostrando que matou o dragão

29- PONTO DE OGUM MEGÊ

Todo homem que fuma e bebe, oh ganga

È Ogum Megê, oh ganga

Todo homem que fuma e bebe, oh ganga

È Ogum Megê, oh ganga

Paturi, Paturi, Paturi, oh ganga

È Ogum Megê, oh ganga

Paturi, Paturi, Paturi, oh ganga

È Ogum Megê, oh ganga

30- PONTO DE OGUM 7 ONDAS

Estava na beira da praia

Quando eu vi 7 Ondas, rolar

Abre a porta, oh gente

Que ai vem Ogum

Em seu cavalo marinho

Ele vem trabalhar

31- PONTO DE OGUM

Olha Ogum ta de ronda

Quem está chamando é São Miguel

Réu, réu, réu

Na linha de Umbanda

Quem está chamando é São Miguel

32- PONTO DE OGUM

Ogum foi praça de cavalaria

Ogum foi praça de cavalaria

Foi Capitão e Major de dia

Foi Capitão e Major de dia

33- PONTO DE OGUM

Ogum, olha a sua  bandeira

È branca, é verde e encarnado

Ogum, olha a sua  bandeira

È branca, é verde e encarnado

Ogum, nos campos de batalha

Ele venceu a guerra

Sem perder soldado

34- PONTO DE OGUM DE LEI

Ogum de Lei

Não me deixes sofrer

Tanto assim meu Pai

Ogum de Lei

Não me deixes sofrer

Tanto assim meu Pai

Quando eu morrer

Vou passar lá na Aruanda

Sarava Ogum de Lei

Sarava Ogum de Umbanda

35- PONTO DE SÃO JORGE

O Jorge, o Jorge

Vem de Aruanda

Vem salvar os vossos filhos

São Jorge venceu demanda

Ogum, Ogum

Ogum meu Pai

O senhor mesmo é quem disse

Que filho de Umbanda não cai

36- PONTO DE OGUM

Ogum, que abalou as estrelas

Que abalou as areias

E as ondas do mar

Ogum, a hora é boa

Abre os caminhos

Firma esse congá

37- PONTO DE OGUM NARUÊ 

Olha Ogum Naruê chegou

Olha Ogum Naruê  baixou

Sou filho de Umbanda

Ogum já me salvou

38-PONTO DE OGUM MATINATA

Que cavaleiro é aquele

Que vem caminhando pelo céu azul

É seu Ogum Matinata

Ele é defensor

Do Cruzeiro do Sul

É, é, é

Seu Cangira

É, é, á

Seu Cangira

É, é, é

Seu Cangira

Pisa na Umbanda

39- PONTO DE OGUM BEIRA MAR

Ele trabalha na terra meu Pai

Ele trabalha no mar

Ele trabalha na areia meu Pai

Salve Ogum Beira Mar

40-PONTO DE OGUM 7 ESPADAS

Ogum 7 Espadas está no reino

Ele veio saravá

Ogum 7 Espadas está no reino

Ele veio saravá

Saravá todos seus filhos

Firma ponto no congá

Saravá todos seus filhos

Firma ponto no congá

41- PONTO DE OGUM MEGÊ

Ogum Megê

General de Umbanda

Em seu cavalo seu Ogum foi guerrear

Com sua espada

Com sua lança

Venceu demanda nos campos do Humaitá

Ogum Megê

42-PONTO DE OGUM MEGÊ

O seu cavalo corre

Sem ninguém vê

O seu cavalo corre

Sem ninguém vê

Salve as sete espadas 

De Ogum Megê

Salve as sete espadas 

De Ogum Megê

43-PONTO DE SÃO JORGE

No seu cavalo branco

Ele vem montado

Calçado de botas

E bem armado

Vinde, vinde, vinde

São Jorge é nosso protetor

Vinde, vinde, vinde

São Jorge é nosso salvador

44- PONTO DE OGUM BEIRA MAR

Beira Mar, auê, Beira Mar

Beira Mar quem está de ronda é militar

Ogum já jurou bandeira

Na porta do Humaitá

Ogum já venceu demanda

Vamos todos sarava

45- PONTO DE SÃO JORGE

Eu pedi caridade

São Jorge me deu

Eu pedi caridade

Pelo amor de Deus

46- PONTO DE OGUM

Olha Ogum está de ronda

Miguel tá chamando

Eu não sei onde é

É, é

Eu não sei onde é

É, é

47- PONTO DE OGUM

Ogum partiu pra guerra

Oxalá deu carta branca

Ogum venceu a guerra

São Jorge venceu demanda

Quem quer guia, guia, guia

Quem quer guia, guia, meu

Quem quer guia, guia, guia

Quem quer guia, guia, meu

48- PONTO DE OGUM

Marchai, marchai

Ogum de guia

Estrela D Alva

E da Virgem Maria

Oh vem, com sua espada

Vem salvar seus filhos

Que se acham em agonia

49- PONTO DE OGUM DE LEI

Ô gente saravá Ogum

Ele é nosso general

Ô gente saravá Ogum

Ele é nosso general

Diz Ogum é de Lei, lê, lê

Diz Ogum é de Lei, lá, lá

A coroa de Ogum  de Lei

Só Deus pode tirar

50- PONTO DE SUBIDA DE OGUM

Olha Ogum vai se embora

Pra sua banda

Olha banda com banda Katinguelê

Firma ponto Ogum vai se embora

Firma ponto Ogum Megê

Firma ponto Ogum vai se embora

Firma ponto Ogum Megê

51- PONTO DE SÃO JORGE

Quem está de ronda é São Jorge

São Jorge é quem vem rondar

Abre a porta, ô minha gente

Deixa a falange de São Jorge entrar

Quem está de ronda é São Jorge

Toda noite, todo dia

Quem está de ronda é São Jorge

Nossa Senhora da guia

Quem está de ronda é São Jorge

Minha mãe me diga o que é

Quem está de ronda é São Jorge

Velando os filhos de fé

52-  PONTO DE OGUM ROMPE MATO

Eu vi o sol raiar

Eu vi estrela brilhar

Eu vi seu Rompe Mato

Ogum das matas

Passeando á beira mar

53- PONTO DE OGUM

Ogum é todo Malé

Malé ô linha Nagô

Ogum é todo Malé

Malé ô linha ô

54- PONTO DE LINHAS DE OGUM 

Ele jurou bandeira

Ele tocou clarim

E o exército todo

É comandado por Ogum

Salve Ogum Iara

Salve Ogum Megê

Salve Ogum Matinata

Salve Ogum Naruê

55- PONTO DE OGUM ARRANCA TOCO

Ele vem com a justiça de Xangô

Ele traz Iansã e Iemanjá

Ele vem com Oxossi das matas

Ele traz o amor de Oxalá

Ogum, vencedor de demanda

Estrela clareou sua banda

 Na sua aldeia ele é caboclo

Ogum Arranca Toco

56-PONTO DE LINHAS DE OGUM 

General Tatá de Umbanda

Ogum é general

Se ele é Ogum Iara

Ogum é general

Se ele é Ogum Matinata

Ogum é general

Se ele é Ogum Rompe Mato

Ogum é general

Se ele é Ogum Naruê

Ogum é general

Se ele é Ogum Megê

Ogum é general

57- PONTO DE LINHAS DE OGUM

Ô ronda a Terra

Ô ronda o mar

Cavaleiros de Umbanda

Mensageiros de Oxalá

Ogum de Lei

Ogum Iara

Ogum Rompe Mato

Ogum Beira Mar

58- PONTO DE OGUM

Nos campos do Humaitá

Venceu a guerra meu Pai, eu vi

No seu cavalo de bronze

Guerreou na sua Terra

Guerreou na sua Terra

Com sua espada dourada

Na ponta da sua lança, eu vi

Laço de fita encarnada

59- PONTO DE OGUM

Foi ao romper da madrugada

Que a coral piou

Foi ao romper da madrugada

Que a coral piou

Com seu capacete

Ele saravou

Com seu capacete

Ele saravou

60- PONTO DE LINHAS DE OGUM

Ogum Iara, Ogum Megê

Olha Ogum Rompe Mato, auê

Ogum Iara, Ogum Megê

O Cangira de Umbanda, auê

61- PONTO DE OGUM 7 ESPADAS

Senhor Major Ogum

Mas ele é praça de cavalaria

Com sete espadas

Ele nos defendia

Senhor Major Ogum

Seja nossa companhia

62- PONTO DE OGUM

Seu cavalo é de prata

De ouro é quem vem montado

Com sua bandeira içada

Defende seus filhos amado

63- PONTO DE OGUM

         Quem anda por mar

Quem anda por terra

E nunca se cansa

Com seu laço de fita encarnada

Amarrada na ponta da lança

64- PONTO DE OGUM

Capitão do mar

É Barabara

É com chuva, é com vento

Ele vai navegar

Ele vai, ele vai

E com chuva e com vento

Ele vai navegar

65- PONTO DE OGUM DE LEI

Ogum de Lei, ê, ê

Ogum de Lei, ê, á

Ogum de Lei, ê, ê

Olha as costas do mar- Malé

66- PONTO DE LINHAS DE OGUM

Com a licença de Ogum Megê

Nós vamos saravá

Ogum Iara

Ogum Nagô

Ogum Rompe Mato

Ogum Beira Mar

67- ponto de ogum

Saravá Ogum

Ogum é nosso guia

Sentou praça de cavalaria

Ele é guarda da Virgem Maria

68- PONTO DE OGUM

         Seu Ogum diz que não é rei de Umbanda

Mas diz que manda, nos filhos seus

Seu Ogum diz que não é rei de Umbanda

Mas diz que manda, nos filhos seus

Seu Ogum é meu Pai

Seu Ogum é meu guia

Seu Ogum é meu Pai

Vivo com Deus e a Virgem Maria

69- PONTO DE OGUM BEIRA MAR

Montado em seu cavalo branco

Ele vem beirando o mar

Traz no peito uma estrela dourada

Traz nos braços Mamãe Iemanjá

Saravá Ogum

Saravá Ogum

Saravá Ogum Beira Mar

70- PONTO DE OGUM

São Jorge e a Sereia

São dois dragões de guerra

São Jorge e a Sereia

São dois dragões de guerra

Sereia rainha do mar

São Jorge é rei da Terra

71- PONTO DE OGUM 7 ONDAS

Sete Ondas na Terra

Sete Ondas no mar

Sete Ondas na Umbanda

Sete Ondas no gongá

Segura a pemba ê, ê

Segura a pemba ê, á

Segura a pemba

Deixa as ondas navegar

72- PONTO DE OGUM MEGÊ

No campo do Humaitá

Ogum Megê

Eu vi uma nação florir

Ogum Megê

Auê, auê

Ogum Megê

73- PONTO DE OGUM MEGÊ

Da sua banda estão me chamando

Ogum Megê chegou

Da sua banda estão me chamando

Ogum Megê baixou

74- PONTO DE SÃO JORGE

Que cavaleiro é aquele

Que vem cavalgando

Pelo céu azul

Ele é São Jorge guerreiro

Que vem comandando

A falange de Ogum

É, é, é seu Cangira

É, é, á seu Cangira

É, é, é seu Cangira

Pisa na Umbanda

75- PONTO DE SÃO JORGE

Ele é São Jorge guerreiro

O Rei dos feiticeiros

Feitiço como este

Ainda estou pra ver

Ele é São Jorge guerreiro

O Rei dos feiticeiros

Feitiço como este

Ainda estou pra ver

Ele gira no Encruzo

E na Calunga também

Ele é um Rompe Mato

Saravá Ogum de Lei

Ele gira no Encruzo

E na Calunga também

Ele é um Rompe Mato

Saravá Ogum de Lei

76- PONTO DE OGUM DE LEI

Oh Jorge cavaleiro de Umbanda

Nós temos que vencer demanda

Oh Jorge cavaleiro de Umbanda

Nós temos que vencer demanda

Ogum de Lei, lei, lei

Ogum de lá, lá

Ogum de Lei, lei, lei

E das ondas do mar do mar

77- PONTO DE OGUM

Ogum está de ronda

Meu pai veio ronda

Veio abençoar seus filhos

E na banda saravá

78- PONTO DE OGUM

Quando Ogum vem lá de Aruanda

Traz uma espada

E uma lança na mão

Ogum é um cavaleiro

Que venceu a guerra

E matou o dragão

Ele é São Jorge guerreiro

Guerreiro do Humaitá

No terreiro de Umbanda

Vêm seus filhos saravá

79- PONTO DE OGUM

Ogum é homem que foi pra guerra

Se mete com ele que eu quero ver

Ogum é homem que venceu a guerra

Se mete com ele que eu quero ver

É um Tatá, é um Tatá, é um Tatá

Se mete com ele que eu quero ver

80- PONTO DE OGUM

Ouvi um toque de clarim na lua

Pois era o toque do maior do dia

Ogum foi praça de cavalaria

Ele é ordenança da Virgem Maria

81- PONTO DE OGUM

Mamãe que cavaleiro é aquele

Que pisa, com arrogância nesta Terra

Oh! Ele é Ogum Megê

Que veio da batalha

Com sua lança de guerra

82- PONTO DE OGUM

È Beira Mar

Porque vem  beirando o mar

É Rompe Mato, quando rompe as matas

É Ogum Megê na ronda da Calunga

É de Malei Rei das Encruzilhadas

83- PONTO DE OGUM BEIRA MAR 

Minha espada é de aço

Minha espada vai brilhar

Minha espada é de fogo

É Ogum é o Beira Mar

Brilha muito e com amor

Em sua bela caminhada

Beira Mar em sua estrada

Tem a estrela bem amparada

84- PONTO DE OGUM

Quando Ogum apontou para a Serra

Sua espada  brilhou na Umbanda

Pela fé acabou com a guerra

E os seus filhos venceram demanda

85- PONTO DE OGUM

Se a sua espada é de ouro

Sua coroa é de lei

Ogum é um Tatá de Umbanda

Sue Cangira mugongo

Ogunhê

Ogum é um Tatá de Umbanda

Sue Cangira mugongo

Ogunhê

86- PONTO DE OGUM ROMPE MATO

Orion, Orion

Porque me chamas

Olha o sol, olha a lua

Ventania de Aruanda

Cavaleiro da floresta

Ele é filho de Umbanda

87-  PONTO DE SUBIDA DE OGUM

Ogum já vai

Já vai pra Aruanda

A benção meu Pai

Proteção pra nossa banda

88- PONTO DE SUBIDA DE OGUM

Ogum já me alvorou

Ogum já me saravou

Filho de pemba porque tanto chora

É Ogum que já vai embora

89- PONTO DE SUBIDA DE OGUM

Ogum sela seu cavalo

Que já é hora

Ogum meu Pai

Já vai embora

90- PONTO DE OGUM 7 ONDAS

Oh filhos de umbanda

Seu 7 ondas vem do Humaitá

Que bela surpresa

Vem de Aruanda nos abençoar

Oh bela surpresa

Bela surpresa como vai você

Que bela surpresa

Vem de Aruanda pra nos proteger

91- PONTO DE OGUM BEIRA MAR

A sua espada brilha no raiar do dia

Seu Beira Mar é filho da virgem Maria

Seu Beira Mar, beira maré

Seu Beira Mar na porta da Romaria

92- PONTO DE OGUM

Seu general

Com sua espada e sua lança

Ele deixou em seu caminho

Um montão de sentinela

Seu general oh seu general

Na lei de umbanda ele é meu Pai

Ah ele é meu Pai

Foi o senhor mesmo que disse

Que na umbanda

Que os filhos de Ogum não cai

Seu general

93- PONTO DE OGUM

Ogum é de babaloê

Ogum é de babaloá

No céu ele é São Jorge

Não mar ele é Beira Mar

Na areia ele beira areia

Quando ele chega nesse canzuá

94- PONTO DE OGUM

Seu Ogum me disse

Que dançar nagô é bom

Dançar nagô é bom

Dançar nagô é bom

Dançar nagô é bom

Dançar nagô é bom

95- PONTO DE SUBIDA DE OGUM

Mandei selar o seu cavalo

Oi abre a roda que eu vou viaja

Seu Ogum veio seu Ogum vai

Mais se ele vai, ele torna a voltar

 96- PONTO DE SUBIDA DE OGUM

Selei, selei seu cavalo eu selei

Selei, selei seu cavalo eu selei

Seu Ogum já foi embora

E seu cavalo eu selei

97- PONTO DE OGUM BEIRA MAR

Na alvorada um cavaleiro surgiu

Com sua lança e seu escudo a brilhar

Seu capacete reluzia em pleno céu

Ele é Ogum ele é seu Beira Mar

Salve meu pai Ogum oh

Ele vem trabalhar

Ele vence demanda

Salve seu Beira Mar

98- PONTO DE OGUM

Brilhou no céu

Brilhou no mar

A lança de São Jorge

Refletindo no luar

Ogum é São Jorge

Meu santo protetor

Dai forças aos meus irmãos

Saúde, paz e amor

99- PONTO DE OGUM

Eu não seria nada

Se não fosse Ogum

Para abrir a minha estrada

Eu não seria

Valente guerreiro aqui chegou

Vencedor de demanda meu protetor

Em sua trajetória meu pai luta contra o mal

Foi nos campos de batalha que se tornou general

Eu não seria

Eu não seria nada

Se não fosse Ogum

Para abrir a minha estrada

Salve Ogum de Ronda

Salve seu Ogum Megê

Saravá Beira Mar

Ogum Iara, Ogum de Lei

Salve toda a falange

Do glorioso guerreiro

Que corta toda a demanda

Aqui dentro do terreiro

100- PONTO DE OGUM

Beira Mar auê, Beira Mar

Beira Mar auê, Beira Mar

Eu tava na minha banda

Eu tava no meu conga

Eu tava lá na calunga

Pra que me mandou chamar

Beira Mar auê, Beira Mar

Beira Mar auê, Beira Mar

A sua espada meu pai

Eu quero ver

A sua lança meu pai

Ogum Megê

101- PONTO DE OGUM

Ogum em seu cavalo branco

Ele vem, ele vem chegando

No terreiro de umbanda

Ele é Ogum, Ogum que vence demanda

102- PONTO DE OGUM

Ogum venceu demanda

Nos campos do Humaitá

Cruzou sua espada na areia

Lavou seu escudo no mar

103- PONTO DE OGUM

Quando Oxalá fundou a umbanda

Senhor ogum tomou conta do conga

Veio Oxum, veio Iansã

Veio Yemanjá

Veio a Jurema para trabalhar

A caboclada iluminou todo o terreiro

E Oxalá abençoou

Oh saravá seu Rompe Mato

Nesse terreiro ele é o protetor

104- PONTO DE OGUM ROMPE MATO


Eu vi raiar o dia
Eu vi estrela brilhar
Eu vi seu rompe mato
Ogum das matas à beira mar.



105- PONTO DE OGUM ROMPE MATO


Arrebenta o cipó
Rompe o mato
Treme a terra
Montado em seu cavalo
ele é Ogum da guerra

Oi não há mato que eu não entre
Nem há pau que eu não derrube
Nem demanda que eu não vença
Que São Jorge não me ajude.



106- PONTO DE OGUM

Não corte a mata que é de Oxossi
Não quebre a pedra que é de Xangô
E não se meta com filho de umbanda
Filho de Ogum, guerreiro vencedor.


107- PONTO DE OGUM

Lá na Bahia onde Ogum é Santo Antônio
E na umbanda ele é Jorge Guerreiro
Eu quero ver a sua fé meu filho
Aonde é que Ogum é verdadeiro.


Gostou do artigo? Então não se esqueça de compartilhar com os seus amigos! Obrigado!





Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.